Belo Horizonte, 23 de Setembro de 2017.
   

Nossa História

Tombado pelo Patrimônio Histórico Municipal, o Hotel Metrópole traz para os dias de hoje todo charme e sofisticação dos anos 40, época de sua construção. A instalação do hotel na rua da Bahia, área nobre e turbilhão cultural de Belo Horizonte, desde sua fundação, no século XIX, até os dias atuais, foi parte do processo de renovação urbana ocorrido na década de 1930.

Concebido dentro das tendências do Art Déco, por Romeo de Paoli, mesmo antes de seu tombamento, realizado 1994, o Hotel Metrópole sempre contou com empenho das gerações de sua administração para preservar não apenas os aspectos arquitetônicos do edifício, mas a tradição de hospitalidade e proximidade com seus clientes. Além de monitoramento e manutenção constantes, para garantir uma infra-estrutura impecável, investimentos em tecnologia e pessoal são uma realidade para proporcionar o que há de melhor em serviços e atendimento.

Essa dedicação ao hóspede, cultivada ao longo dos anos, fez do Hotel Metrópole a casa de intelectuais e grandes nomes da cultura belo-horizontina. Dentre eles, o poeta e jornalista, Rômulo Paes, que imortalizou nos versos “Minha vida é essa, subir Bahia, descer Floresta” a alma dos habitantes nativos e “adotados” da capital mineira. Versos estes, aludindo a própria Rua da Bahia e ao tradicional bairro Floresta, que podem ser conferidos num monumento erguido a poucos metros do Hotel Metrópole, assim como todas as outras grandes atrações da cidade.

 
 
     
 
 
Rua da Bahia, 1023 - Centro - Belo Horizonte - MG - Cep: 30.160-011 - Tel: (31) 3273.1544